Residência Sénior em sintra

 
 
 
 

quem somos

 

 
A A.80 Residência Sénior nasceu a 6 de fevereiro de 2015. A administradora é uma pessoa com fortes ligações á área da Geriatria e com um amplo conhecimento nas vertentes de Gestão de Equipamentos e Cuidados Geriátricos.

A A.80 Residência Sénior propõe-se ser uma casa que acolhe, escuta e valoriza as pessoas, pois são atendidas as suas necessidades físicas e psicológicas.
Pretendemos construir a cada dia a continuidade da autonomia, sentido crítico, liberdade, solidariedade e participação ativa dos nossos seniores. Mudar para a A-80 é escolher um novo lugar para viver.
Não podemos escolher quer envelhecer, mas podemos escolher onde queremos envelhecer. Esperamos por si, quando decidir fazer esta mudança!

A Administração da A-80 Residência Sénior
Mónica Paula Pereira
 
 
 
 
 
 
 
 
 

porque razão existimos?

 

 
Queremos melhorar a Qualidade de Vida de pessoas com mais de 65 anos, através de metodologias dinâmicas e inovadoras, e de uma equipa interativa e convidativa nas atividades que diariamente realizamos.

Queremos mudar o paradigma da Institucionalização criando um lugar de Vida Plena, capaz de revelar toda a valorização dos seniores. Um lugar onde cada pessoa é tratada de forma singular, com respeito pelos seus gostos, interesses e hábitos de vida, mesmo quando está mais dependente e vulnerável. A nossa grande aposta é manter padrões de vida ativos, com qualidade, conforto e proximidade, por isso estamos em processo de Dupla Certificação em: Unidade Humanitude® e em Qualidade, pela ISO 9001:2015.
 
 
 

Responsabilidade Social

 

 
Sendo uma instituição vocacionada para os cuidados a pessoas, a A-80 Residência Sénior tem implementado uma política de responsabilidade social, para ir de encontro às necessidades da comunidade.

Assim, enquanto instituição com responsabilidade social, a Residência Sénior A.80, abre à comunidade e familiares dos residentes a possibilidade de frequentarem as palestras, workshops e outros eventos de cariz solidário que decorrem nas nossas infraestruturas.
 
 
 
 
 
 
 
 

TESTEMUNHOS